Joel: Protestos pela morte de João Alberto vieram em boa hora

João Alberto Freitas foi assassinado na noite da quinta (19), na véspera do Dia da Consciência Negra

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2020 07h47
LUCAS LACAZ RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO - 20/11/20Manifestações em cidades como Rio de Janeiro, Salvador e Santos também destacaram o movimento Vidas Negras Importam

Após o assassinato de João Alberto Freitas, o fim de semana foi marcado por novos protestos e pedidos de boicotes ao Carrefour. Manifestações em cidades como Rio de Janeiro, Salvador e Santos também destacaram o movimento Vidas Negras Importam. “O assassinato do João Alberto Freitas chocou todo o Brasil às vésperas do Dia da Consciência Negra. E nos mostra que, sim, a questão racial, o racismo ainda é um problema no país. Claro que a agressão não se iniciou por ódio racial, mas o tratamento dado a ele e que culminou em sua execução pelos seguranças acontece com muito mais probabilidade, sabemos todos, justamente por se tratar de um homem negro. Os protestos em diversas cidade são de maioria pacíficos e vieram em boa hora.”