Agricultura de precisão é categoria que mais atrai investimentos entre as agtechs no Brasil

Estudo da plataforma de inovação Distrito aponta que monitoramento das atividades agrícolas, com soluções que englobam tecnologias para coleta e gestão de dados, concentra mais de US$ 85 milhões

  • Por Kellen Severo
  • 04/08/2021 10h00
Imagem de DJI-Agras por Pixabay Agricultura de precisão: tecnologia e gerenciamento de dados em prol de resultados mais precisos no agronegócio

A agricultura de precisão é a categoria que mais atrai investimentos entre as startups de agronegócio no Brasil. A conclusão é de um estudo feito pela plataforma de inovação aberta Distrito, que apontou que, de todo investimento em agtechs no país, mais da metade está alocado na categoria. Com soluções que englobam tecnologias para coleta e gestão de dados, essa modalidade concentra mais de US$ 85,5 milhões. Em seguida, aparece o marketplace, com alternativas diferentes para compra e vendas de insumos e equipamentos, com mais de US$ 25 milhões. A automação e robotização de processos recebe cerca de US$ 22 milhões de dólares. O resultado da pesquisa mostra que o interesse em gestão de dados é uma realidade no setor. O novo agro vai precisar ainda mais de informações que sejam mensuradas e comprovem a sustentabilidade já existente na maioria dos negócios no país, já que essa é uma demanda dos mercados consumidores.

A plataforma Distrito selecionou as startups top 5 no agro brasileiro. O primeiro e o segundo lugar ficaram com empresas da área de agricultura de precisão, a Solinftec e a Agrosmart. Isso reforça mais uma vez a importância do segmento de gestão, análise e internet das coisas para o setor. O ranqueamento foi feito seguindo um algoritmo que levou em conta vários critérios, desde faturamento presumido até o número de funcionários e métricas de redes sociais. O avanço das agtechs evidencia o interesse do setor pela inovação. A agricultura moderna engloba mais produtividade com sustentabilidade. O viés tecnológico estará presente nas formas de decidir e pode, se bem utilizado, baratear a gestão e tornar o negócio ainda mais rentável.