Você conhece os cursos livres? Plataformas geram conteúdo e promovem capacitação

Cursos de curta duração ganham espaço e destaque no mercado de trabalho

  • Por Ricardo Motta
  • 16/07/2022 10h00
janeb13/pixabay Jovem estudando Cursos livres ajudam na capacitação profissional e pode ser pagos ou gratuitos

Como sabem, vivemos em um país de transformação e constante evolução. Somos acostumados a lidar com crises econômicas, não apenas as nacionais, mas também estrangeiras, que por aqui geram seus reflexos. Não apenas nos momentos de crise, mas também como forma preventiva para melhor enfrentamento das possíveis mudanças de mercado, a capacitação profissional é fundamental. Se antes era arriscado pensar em qualquer tipo de estabilidade, a Covid-19 nos mostrou que somos incapazes de prever o futuro, nos obrigando a enfrentar problemas e situações nunca imaginados, inclusive no mercado profissional. E o sucesso das nossas carreiras está relacionado ao constante aprendizado. Nesta linha, em razão do mercado de trabalho cada vez mais competitivo e um inevitável aumento de demanda por novas habilidades e uma capacitação mais qualificada, surgiram os cursos livres. 

Você conhece os cursos livres?

Cursos livres são aqueles programas de curta duração (com uma variação média entre 30 e 40 horas), fornecidos presencialmente ou à distância, podendo ser gratuitos ou pagos, que buscam desenvolver novas e específicas capacidades e habilidades conforme área de atuação do aluno. Em razão da curta duração, proporcionam maior celeridade de ganhos imediatos de conhecimento ao aluno. Ao final do curso, sem que exista esta obrigatoriedade, podem ser realizadas provas de conhecimento, com posterior fornecimento de certificado de qualificação.

É importante dizer que os cursos livres, pela sua informalidade e não reconhecimento pelo MEC, não possibilitam a emissão de diploma, mas permitem o fornecimento do certificado de conclusãoPara quem tem dúvidas sobre a sua legitimidade, os cursos livres são permitidos em nossa legislação, inclusive pela Constituição Federal. Diferentemente dos cursos de graduação, que apresentam uma grade curricular recheada de diversos conteúdos, voltados para uma única formação, com uma estrutura curricular mais generalista e menos flexível, os cursos livres se mostram mais rápidos e objetivos.

Mesmo sendo de conhecimento geral a importância de se buscar uma formação completa, incluindo cursos superiores e outros de especialização, os cursos livres surgem como uma interessante alternativa quando há necessidade de algum aperfeiçoamento da graduação ou mesmo ampliação de rede de contatos (networking), com posterior valorização dos currículos e, consequentemente, reconhecimento profissional. Muitos são os tipos de cursos livres oferecidos. Além daqueles com temas específicos onde se pretende alguma capacitação da profissão, existem outros em que os temas apresentados são voltados para determinados hobbies e até aprendizados pessoais. Não há limites quando se fala em temas oferecidos pelos cursos livres. 

Não bastasse a diversidade de temas, muitas são as plataformas que oferecem cursos livres. Cabe ao consumidor, uma vez definido o tema de interesse, buscar por empresas sérias que forneçam esse tipo de aprendizado, antes mesmo de realizar a sua contratação. A exigência do mercado nos traz a necessidade de buscarmos novos conhecimentos, sobretudo aqueles que possam ser rapidamente colocados em prática. E para isso existem os cursos livres, que se apresentam como verdadeiros aliados ao constante aprimoramento profissional. Vale a pena pesquisar. Conhecimento nunca ocupa espaço.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.