Constantino: Bolsonaro dá resposta burra para jornalista

Segundo o comentarista, ‘alguns jornalistas forçam a barra numa narrativa, mas têm o direito de fazer a pergunta que for, e o presidente, não só pela liturgia do cargo, não pode responder desta forma’

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2020 08h41 - Atualizado em 24/08/2020 11h11
Marcos Corrêa/PRBolsonaro disse a repórter que gostaria de "encher sua boca de porrada"

Todos esperamos que Jair Bolsonaro consiga voltar a uma posição mais tranquila e evitar cair nessas cascas de banana – o presidente  afirmou que tem “vontade de encher sua boca de porrada” ao ser questionado por repórter sobre depósitos de Fabrício Queiroz à primeira-dama. É verdade que alguns jornalistas forçam a barra numa narrativa e têm o direito de fazer a pergunta que for e o presidente, não só pela liturgia do cargo, não pode responder desta forma e, além de tudo, é uma resposta burra, uma estratégia equivocada. Hoje, já tem vários deputados e jornalistas associados à esquerda usando isso para insistir na pergunta, ganhou uma dimensão maior. Dito tudo isso, é mais fácil a postura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de criticar de longe porque ele não atura todo santo dia perguntas sobre o nome Botafogo na planilha da Odebrecht assim, é claro, é fácil gostar da imprensa.