Constantino: Convocação de Carlos e Eduardo Bolsonaro sobre atos antidemocráticos é palhaçada

Isso tudo é uma narrativa; é a mesma turma que chama de atos democráticos quando vai black bloc e torcida organizada criminosa quebrar tudo contra o governo

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2020 09h22
Jayme/Ascom/TSEFilhos de Bolsonaro deverão depor à PF sobre atos antidemocráticos

Eu tenho uma suspeita de por que isso não foi tornado público ainda: porque ia escancarar que isso é uma evidente perseguição aos bolsonaristas e àqueles que apoiam o presidente. Temos um inquérito ilegal aberto por Dias Toffoli, dado no dedaço para a relatoria de Alexandre de Moraes, ligado aos tucanos, e agora esse outro inquérito de investigação de atos antidemocráticos. Isso tudo é uma narrativa. É a mesma turma que chama de atos democráticos quando vai black bloc e torcida organizada criminosa quebrar tudo contra o governo. Aquele ministro pavão do Supremo Tribunal Federal (STF) que diz que “como combater um grupo antifascista”, ele toma pelo nome o valor de face da essência do movimento, sendo que todo mundo sabe, inclusive nos Estados Unidos é considerado um movimento terrorista, que os antifas são antidemocracia e não antifascismo. Um nome não é garantia da essência da coisa. Intimar os filhos do presidente sobre esses tais atos antidemocráticos é uma grande palhaçada e uma narrativa partidária.