Vera Magalhães: Acho pouco provável que hackers tenham cópias dos arquivos no exterior

  • Por Jovem Pan
  • 29/07/2019 07h53
ReproduçãoO advogado do hacker conhecido como Vermelho alegou que seu cliente tem cópias dos arquivos no Brasil e no exterior

Advogado de hacker preso pela PF disse ter cópias das mensagens obtidas por ele em contas e autoridades no Telegram com terceiros no Brasil e no exterior. Walter Delgatti Neto, o Vermelho, afirmou ser a fonte do jornalista Glenn Greenwald.

“A revelação mais importante desse caso aconteceu na sexta-feira (26) quando ele envolveu a ex-candidata a vice-presidente Manuela D’Ávila nessa história. Ele (o hacker preso) diz ter sido ela a ponte entre ele o site The Intercept Brasil. A ex-deputada confirmou, disse que ele ligou para ela, depois mandou áudios e que ela fez a ponte com Glenn Greenwald. Isso aumenta o componente político do caso e coloca a oposição a Jair Bolsonaro e também ao ex-juiz Sergio Moro mais ativamente no processo. Quanto a essa afirmação do advogado de que há cópias no exterior, ele parece estar fazendo uma aposta de segurança em que as provas não serão destruídas, tentando empoderar seu cliente de alguma maneira. Acho pouco provável que isso seja verdade. Temos visto um modus operandi muito amador.”