Reinaldo Azevedo analisa declarações de Carvalho sobre “elite branca paulista”

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2014 12h35

O comentarista JOVEM PAN Reinaldo Azevedo participou nesta quinta-feira do Jornal da Manhã e comentou os principais fatos que marcam o país. As declarações do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, de que não foi apenas a elite branca que vaiou e xingou a presidente Dilma Rousseff no jogo de abertura da Copa do Mundo, não repercutiram forte.

Azevedo explicou que realmente a história não é bem assim e contou que Carvalho percebeu a história de que “elite branca vaiou de São Paulo” pegou mal. Eles estão com medo do que pode acontecer no próximo jogo no Mané Garrincha. O comentarista mencionou ainda que Dilma foi vaiada por toda a cidade de Brasília durante um discurso.

Carvalho também falou que o governo está disposto a insistir no debate sobre o decreto que disciplina a participação dos chamados conselhos populares na administração federal. Para Azevedo, esse “negócio de democracia direta, na verdade, é a mais indireta das democracias. É um grupelho, é fachismo puro”.  

Nervosa, a presidente Dilma está nervosa e negou que o pacote de medidas para atender reivindicações de empresário seja eleitoreiro. Azevedo analisou que a presidente demorou para incentivar a indústria, que vem sofrendo há algum tempo. Para ele, o que está em desequilíbrio é a política macroenômica. Portanto, está configurado que a ação de agora tem fins eleitoreios.

Ouça mais trechos de Reinaldo Azevedo no Jornal da Manhã comentando outros assuntos no áudio acima.