‘Aumento do preço dos combustíveis será utilizado de maneira política’, diz Constantino

Comentaristas do programa 3 em 1, da Jovem Pan, debateram o anúncio da Petrobras sobre o novo aumento no valor do litro da gasolina e do diesel

  • Por Jovem Pan
  • 25/10/2021 18h29
Marcelo Camargo/Agência BrasilPetrobras anunciou novo aumento no preço dos combustíveis nesta segunda

A Petrobras anunciou novo aumento nos preços da gasolina e do diesel nesta segunda-feira, 25. Em valores, a mudança representa alta média de R$ 0,21 por litro de gasolina, que passa a ser vendida para as distribuidoras por R$ 3,19 o litro, ante R$ 2,98 da cotação anterior. Por sua vez, o diesel terá um aumento médio de R$ 0,28 por litro, passando a ser vendido pela empresa de R$ 3,06 para R$ 3,34 por litro. O anúncio da elevação acontece um dia após o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmar que um novo aumento atingiria os combustíveis, ao negar – novamente- a possibilidade de intervenção na estatal. “A gente não vai interferir no preço de nada. Já foi feito no passado e não deu certo. Infelizmente, pelo número do preço do petróleo lá fora e do dólar aqui dentro, nos próximos dias, a partir de amanhã, infelizmente, teremos reajustes nos combustíveis”, afirmou o chefe do Executivo neste domingo, 24, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Durante sua participação no programa 3 em 1, da Jovem Pan, desta segunda, o comentarista Rodrigo Constantino analisou as consequências do anúncio do aumento, dizendo que a esquerda e os opositores do governo Bolsonaro irão utilizar o aumento de maneira política para atacar o presidente. “Não dá para controlar também os efeitos. Você pode tentar mitigá-los, pode tentar acenar para um ou outro setor lembrando sempre que o cobertor é curto. Puxou de um lado e tirou de outro.Tem um aumento de preço generalizado do mundo todo. É óbvio que isso será usado de maneira política. Já tem hoje a esquerda, a oposição, figuras como Marcelo Freixo tentando responsabilizar o governo e o presidente Bolsonaro por tudo que está acontecendo, mas isso é pura narrativa dissociada da realidade. Tem que fechar o Brasil e ignorar o que acontece no resto do mundo para emplacar esse tipo de discurso politiqueiro”, afirmou Constantino.

Confira o programa desta segunda-feira, 25: