Vampeta defende Ceni e aponta culpado pela eliminação do Flamengo: ‘Foi inconsequente’

O Velho Vamp não isentou um jogador de culpa durante o programa Esporte em Discussão; assista

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2020 14h50
MONTAGEM SOBRE FOTOS/REPRODUÇÃO/JOVEM PAN/ DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOVampeta falou sobre a eliminação do flamengo na Libertadores

Rogério Ceni foi extremamente criticado pela torcida do Flamengo após a eliminação do time na Copa Libertadores da América, diante do Racing, na última terça-feira, em pleno Maracanã. Os torcedores do Rubro-Negro não aprovaram as atitudes do treinador durante a partida, questionando, principalmente, quando o treinador sacou os meio-campistas Everton Ribeiro e De Arrascaeta da decisão. Para o comentarista Vampeta, no entanto, o treinador acertou nas modificações e não é culpado pela queda do time nas oitavas de final do torneio sul-americano. Ao longo do programa Esporte em Discussão desta quarta-feira, 2, o Velho Vamp responsabilizou um jogador pela desclassificação precoce do time.

“Cada um enxerga de uma forma. Quando o Rogério coloca o Pedro no jogo, ele precisa ter homens de beirada no campo, que no caso eram Vitinho e Bruno Henrique. Se ele tira os dois e deixa o Everton Ribeiro e o Arrascaeta, só entra pelo meio. Não! O Vitinho estava fazendo uma boa partida. Talvez, ele pudesse tirar um homem de meio-campo. Ainda assim, o Flamengo estava com um homem a menos depois do Rodrigo Caio ser inconsequente. Sim, ele foi inconsequente porque já tinha amarelo, era uma jogada morta com o jogador de costas para o gol. A cobrança sobre ele vai vir porque o Ceni é vencedor. O Rogério não tem culpa de nada”, opinou o comentarista do Grupo Jovem Pan.

Rodrigo Caio foi expulso no segundo tempo após dar uma chegada mais forte em Lisandro López, recebendo o segundo amarelo e deixando o Flamengo com um homem a menos. Na cobrança da falta, o Racing abriu o placar em falha do zagueiro Gustavo Henrique. Pressionando, o Rubro-Negro encontrou o empate com Willian Arão e levou a decisão para as penalidades – isto, porque as equipes também ficaram na igualdade em 1 a 1 no jogo de ida. O próprio volante, entretanto, passou de herói a vilão ao desperdiçar uma batida e dar a classificação aos argentinos. Agora, o conjunto carioca tem o Campeonato Brasileiro como único objetivo neste final de temporada.

Assista ao debate abaixo: