A mais de um ano das eleições, Eduardo Paes e Cláudio Castro trocam de partidos

Prefeito do Rio escolheu o PSD de Gilberto Kassab; governador do Estado foi para o PL

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2021 09h51 - Atualizado em 27/05/2021 10h06
ANDRE MELO ANDRADE/IMMAGINI/ESTADÃO CONTEÚDO - 11/03/2021O PSD de Kassab tem planos para o governo do Estado do Rio de Janeiro em 2022: quer lançar candidatura

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o governador do Estado, Cláudio Castro, já estão em novos partidos. As fichas de filiação foram assinadas nesta quarta-feira, 26. Eduardo Paes está agora no PSD de Gilberto Kassab, enquanto Claudio Castro entrou no PL. A cerimônia de filiação de Castro ao Partido Liberal, inclusive, contou com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, em Brasília. Bolsonaro ainda segue sem partido. Eduardo Paes carregou com ele para o PSD vários aliados políticos após um racha entre o deputado federal Rodrigo Maia e o cacique do DEM, ACM Neto. O PSD de Kassab tem planos para o governo do Estado do Rio de Janeiro em 2022: quer lançar candidatura.

O nome predileto no momento é o do presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, que só deve se filiar após o mandato, que termina em fevereiro do ano que vem. Cláudio Castro já revelou que é candidato a reeleição do Palácio do Guanabara em 2022. Antes de fechar com o PL, negociou com o próprio PSD, DEM e PP. “Sempre disseram: o PL é um partido de palavra. O PL é um partido onde tudo o que se é combinado, onde o alinhamento político, onde você pode ter uma tranquilidade. A firmeza do PL você não encontra em partido nenhum desse país.” A legenda da bancada é forte no Rio de Janeiro e já controla mais de 20 municípios em todo o Estado.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga