ABC fará retomada das aulas particulares somente em conjunto com a rede pública

Enquanto isso, o governo de São Paulo adiou a reabertura das escolas públicas e privadas no estado para o dia 7 de outubro

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2020 06h33 - Atualizado em 12/08/2020 08h06
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Os prefeitos do Grande ABC decidiram que a retomada das aulas na rede privada e pública vai ocorrer no mesmo período, ou seja, no começo do ano que vem. As cidades de Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já determinaram que o retorno das aulas presenciais só ocorrerá em 2021. Já São Bernardo, São Caetano e Diadema continuam avaliando a evolução dos índices epidemiológicos da Covid-19 e as determinações do governo do estado para definirem a retomada às aulas. A decisão deve sair até 30 de setembro.

O presidente do consórcio intermunicipal e prefeito de rio grande da serra, Gabriel Maranhão, diz que o objetivo é garantir a saúde e a proteção da vida de crianças, famílias e profissionais da Educação. “Essa nossa determinação contava com dois fatores, o primeiro foi a pesquisa feita com pais e técnicos da Educação em que 83% estão de acordo que seus alunos e filhos retornem apenas no ano que vem para as aulas. E também o índice da evolução da pandemia na nossa região”, explica. O governo de São Paulo adiou a reabertura das escolas públicas e privadas no estado para o dia 7 de outubro. Entretanto, as escolas públicas e privadas de regiões que estão na fase amarela do Plano São Paulo há 28 dias, e desejarem, poderão antecipar a partir do dia 8 de setembro.

*Com informações do repórter Vitor Moraes