Alerj aprova lei que isenta de impostos venda de armas a agentes de segurança pública

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2017 07h13
A isenção vale para armas particulares do agente de segurança

Em meio a um clima de guerra na Rocinha, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou nesta terça-feira (26) o projeto que isenta de impostos a compra de armas de fogo por agentes de segurança do Estado. Foram 40 votos a favor e 11 abstenções.

Na prática, um policial, civil ou militar, agente penitenciário e bombeiros poderão ir a uma loja que vende armas e serão isentos do pagamento de ICMS. A isenção vale para armas particulares do agente de segurança, que no dia a dia já tem o armamento cedido pelo governo do Estado.

Para virar lei, o projeto tem de ser sancionado pelo governador Luiz Fernando Pezão. Ele tem 15 dias úteis para sancionar ou vetar esse projeto.

Detalhe importante sobre a Rocinha é que nenhum fuzil foi apreendido nos últimos dias. A Delegacia da Rocinha disse que os registros que foram feitos são da Delegacia do Leblon, mas quando se bate na porta desta, não há nenhum dado sobre fuzil apreendido.

*Informações do repórter Rodrigo Viga