Aluguel de barcos para passeios aumenta durante pandemia da Covid-19

Com a popularização do serviço, os preços também ficam mais acessíveis

  • Por Jovem Pan
  • 02/01/2021 09h45
PixabayA maior parte dos preços de aluguéis de barcos no Brasil já incluem o marinheiro

Mais brasileiros estão alugando barcos para passeios durante a pandemia de coronavírus. Uma das empresas do setor, a Click&Boat, registrou alta de 35% no país durante a quarentena. O responsável pelo mercado latino americano da empresa, Hugo Luminato, afirma que as pessoas se sentem mais protegidas contra a Covid-19 na embarcação do que em outras formas de viagens ou passeios. “As pessoas já começaram a entender que seria muito mais interessante estar num barco, estar num catamarãs, num veleiro, do que estar na praia com centenas ou até milhares de pessoas, estariam completamente expostas.” Com a popularização do serviço, os preços também ficam mais acessíveis. De acordo com Hugo Luminato, existem embarcações para todos os gostos e bolsos.

“A gente tem barcos na nossa plataforma — claro, temos iates luxuosos que são um pouco mais caros — mas temos veleiros que, se você dividir com um grupo de 15 pessoas, vai ficar R$ 100 para cada.” A estudante Nicolli DeCastro alugou um barco pela primeira vez em dezembro do ano passado para passear com a irmã e mais três amigas. Na opinião dela, o investimento vale a pena. “Valeu muito a pena. Foi o passeio que elas mais gostaram. Elas amaram mesmo. A gente saiu da Baía da Guanabara, passou pelo Pão de Açúcar, por Copacabana, até Ipanema. É outra perspectiva que você tem do Rio do Janeiro.” A maior parte dos preços de aluguéis de barcos no Brasil já incluem o marinheiro. Além disso, a procura é voltada para passeios que duram cerca de seis horas.

*Com informações da repórter Nicole Fusco