Após quase 50 dias, Grande SP registra ocupação de leitos de UTI abaixo de 80%

Nesta terça-feira, 20, índice reduziu a 79,2% na região metropolitana da capital, enquanto no Estado 81,1% das unidades seguem ocupadas

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2021 07h27 - Atualizado em 21/04/2021 14h49
EFE/ Mauricio Dueñas CastañedaAté esta terça, São Paulo soma 89.650 mortes pela doença e mais de 2,7 milhões de casos confirmados da Covid-19

Pela primeira vez em quase 50 dias, a Grande São Paulo apresentou taxa de ocupação de leitos de UTI abaixo de 80%. Após semanas entre a fase vermelha e a emergencial, as internações vem caindo. Nesta terça-feira, 20, a região metropolitana da capital tinha 79,2% das vagas em unidades de terapia intensiva (UTIs) para Covid-19 ocupadas. Em todo o Estado, o percentual ainda ficou em 81,1%, uma redução de quase dois pontos percentuais em 24 horas. Apesar dos dados positivos, houve aumento de 100 pacientes internados entre a segunda e terça. Destes, 19 deram entrada em UTIs e 81 em enfermarias. O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, ressaltou a queda de internações registrada na semana passada.

“Nós estamos com queda nas internações da 14ª a 15ª semana fechada em 8,7%, o que fez com que o número de uma semana tivesse uma queda de aproximadamente 250 pacientes internados. E o impacto no número de óbitos a despeito dele ter se elevado da 14ª para a 15ª semana, nós tivemos um aumento bem tênue, de 0,6%”, disse. Desde o dia 15 de abril, a tendência de queda nos óbitos vem se mantendo. A expectativa da equipe de Saúde do governo do Estado é terminar esta semana com redução de 10% no número de óbitos por coronavírus no Estado. Até esta terça, São Paulo soma 89.650 mortes pela doença e mais de 2,7 milhões de casos confirmados da Covid-19.

*Com informações da repórter Nanny Cox