Assassinato de dono de jornal em MG pode ter sido motivado por vingança

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2016 09h05
Jornal o grito - REP

O dono do Jornal “O Grito”, que circula na cidade de Santa Luzia, em Minas Gerais, foi executado esta semana, e a publicação de denúncias contra parlamentares da cidade pode ter sido a motivação do crime.

Circulando na Grande Belo Horizonte, a publicação vinha registrando o envolvimento irregular de vereadores com uma cooperativa de coleta de lixo.

O empresário Mauricio Campos Rosa tinha 64 anos de idade e administrava o jornal que é publicado há quase 3 décadas.

Diretor de redação de “O Grito”, Carlos Dias Barbosa contou que, embora o emrpesário não tivesse recebido ameaças diretas, ele temia retaliações. Um vereador chegou a alertar Mauricio Campos Rosa sobre o descontentamento dos parlamentares com as investigações.

Na noite de quarta-feira, o dono do jornal deixava a casa de um amigo quando foi atingido por pelo menos cinco tiros: um no pescoço e quatro nas costas.

(Reprodução/Facebook)

Ele chegou a ser socorrido por vizinhos, mas, não resistiu à gravidade dos ferimentos. A Polícia Civil decretou sigilo sobre a investigação do caso e só deve se pronunciar após a conclusão do inquérito.

*Informações da repórter Hellen Braun