Atirador que matou 22 no Texas pode ser condenado à morte

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2019 07h41
EFEPopulação prestou homenagens aos mortos no local do atentado

Um Júri do Texas indiciou nesta, quinta-feira (12), o autor do massacre de El Paso, que matou 22 pessoas em uma loja do Walmart, no dia 3 de agosto. Os procuradores responsáveis pelo caso defendem que Patrick Crusius, de 21 anos, seja condenado à pena de morte.

De acordo eles, quando foi abordado pela polícia depois do ataque, o rapaz gritava, dizendo que era o atirador. Eles afirmaram, também, que o jovem cometeu crimes raciais que corroboram para agravar a pena. Crusius mirava em mexicanos e, antes do tiroteio, fez publicações racistas nas redes sociais.

O atirador foi preso e isolado em uma cela em El Paso, para evitar que ele cometesse suicídio.

O ataque foi o primeiro de uma série registrada no mês passado, nos Estados Unidos, que reascendeu o debate sobre o porte de armas no país. Menos de 24 horas depois do massacre de El Paso, um homem mascarado abriu fogo contra civis em Dayton, no estado de Ohio, deixando 9 mortos e 27 feridos.

*Com informações do repórter Renan Porto