Atividade do comércio cai 8,8% no Dia das Crianças, aponta Serasa Experian

Mesmo com a queda, o resultado é melhor que o verificado no Dia dos Pais

  • Por Jovem Pan
  • 16/10/2020 07h16
Fernando Frazão/Agência BrasilSegundo o economista, as vendas da Black Friday, em novembro, e do Natal, em dezembro, devem apresentar alta

Atividade do comércio cai 8,8% no Dia das Crianças. Essa é a maior queda do índice, medido pela Serasa Experian desde 2006. Mesmo com a queda, o resultado é melhor que o verificado no Dia dos Pais, que teve retração de 10,6%. Para o economista Luiz Rabí, a baixa menor do que a da data comemorativa anterior é positiva — e mostra que a recuperação da economia, mesmo que em ritmo lento, está acontecendo. “Gradualmente, a atividade varejista está entrando em um processo de recuperação. As quedas estão ficando menores, então, na margem, o varejo está reagindo.”

Segundo o economista, as vendas da Black Friday, em novembro, e do Natal, em dezembro, devem apresentar alta — mesmo que em números menores do que os de 2019. “Mas é importante que essas quedas fiquem cada vez menores para que, a partir de 2021, a gente retorne ao crescimento positivo na atividade varejista no Brasil”, explicou. Apenas na cidade de São Paulo, o recuo foi de 7,3% na semana de 5 a 12 de outubro.

*Com informações do repórter Vinícius Nunes