Bancos começam a enviar dados para o cadastro positivo nesta segunda

  • Por Jovem Pan
  • 11/11/2019 08h47 - Atualizado em 11/11/2019 08h49
Marcos Santos/USP A inclusão no sistema de bons pagadores é automática

A partir desta segunda-feira (11), os cinco principais bancos do país e aproximadamente 100 instituições financeiras começam a enviar dados de clientes para que seja formado o cadastro positivo. Essas informações serão recebidas pelos birôs de crédito que foram aceitos pelo Banco Central (BC) como gestores da lista.

A inclusão no novo sistema, que vai reunir os bons pagadores, é automática. Ou seja, o nome do consumidor será colocado e quem quiser sair terá que pedir a remoção.

Uma das empresas autorizadas a gerir o cadastro positivo é o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), que já faz a gestão do banco de dados de inadimplentes no Brasil há mais de 60 anos e que, agora, também fará a lista de quem tem nome limpo.

A gerente jurídica do SPC, Vivian Moraes, explica que, apesar de a inclusão será automática, todo consumidor será avisado. “Os consumidores que não integravam o cadastro positivo ainda, receberão um comunicado sobre a entrada e esse comunicado será feito via carta, via SMS ou via e-mail.”

A expectativa do SPC Brasil é de que, a partir desta segunda, com o envio de dados pelos bancos, o cadastro positivo passe a contar com 110 milhões de inscritos.

Mas esse número ainda pode subir, porque nas próximas fases empresas de telefonia, prestadoras de serviços como água, luz e gás e o setor varejista também vão repassar dados. Isso fará com que a chamada população não-bancarizada também apareça no sistema.

Moraes avalia que o cadastro positivo permite uma avaliação mais justa sobre o histórico do consumidor. “Em que não serão olhados apenas inadimplementos ou dúvidas pontuais. As avaliações de crédito podem ser feitas, agora, olhando a pessoa como um todo e todo o seu comportamento de pagamento durante os últimos anos”, afirma.

O processo de envio de dados pelos bancos começa segue até o dia 19. O cadastro positivo não inclui informações sobre bens adquiridos, saldo em conta corrente ou investimentos.

*Com informações do repórter Vitor Brown