Biden chama violência com armas de fogo nos EUA de ‘vergonha nacional’

Na última quinta-feira, 15, um homem abriu fogo em um escritório em Indianápolis e matou oito pessoas

  • Por Jovem Pan
  • 17/04/2021 06h41
EFE/EPA/OFFICE OF THE PRESIDENT ELECTDemocrata pretende dificultar o acesso às "armas fantasmas", que podem ser montadas em casa e não tem número de rastreio

Após um novo ataque nos Estados Unidos, o presidente Joe Biden disse que a violência com armas de fogo é uma vergonha para o país. O democrata afirmou que não é apenas o “tiro em massa” que está acontecendo, mas lembrou que todos os dias há um tiroteio nos Estados Unidos. A declaração foi dada durante uma entrevista coletiva com o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga. Nesta quinta-feira, 15, um homem abriu fogo em um escritório em Indianápolis e matou oito pessoas.

Este foi o sétimo ataque no país em um mês. Ao todo, 40 pessoas morreram vítimas desses massacres. Joe Biden tem reiterado o discurso de controle de armas nos Estados Unidos. Na última semana, ele anunciou novas medidas para tentar controlar o que classificou como “epidemia de violência com armas de fogo”. O democrata pretende dificultar o acesso às chamadas “armas fantasmas”, que podem ser montadas em casa e não possuem um número de rastreio.

*Com informações da repórter Camila Yunes