Bolsonaro retorna a Brasília nesta terça (20) e fará visitas ao TCU e PGR

  • Por Jovem Pan
  • 19/11/2018 06h38
José Cruz/Agência BrasilA primeira-dama, Michele Bolsonaro, também é esperada essa semana em Brasília

O presidente eleito Jair Bolsonaro desembarca de novo em Brasília na manhã de terça-feira (20). No mesmo dia ele pretende visitar o TCU e a Procuradoria-Geral da República, em uma forma de demonstrar respeito às instituições.

Na quarta (21), a expectativa é de que ele receba no Centro Cultural do Banco do Brasil, o presidente do DEM, ACM Neto. O partido já tem três ministros no futuro governo, mas isso não significa apoio formal.

O discurso dentro das legendas, de uma forma geral, é que o apoio será às propostas sem compromisso de integrar a chamada base aliada.

Bolsonaro já esteve na semana passada com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, também do DEM, que trabalha para se manter no cargo no ano que vem. Bolsonaro já avisou que não pretende interferir. Segundo ele, o resultado foi desastroso para os presidentes que tentaram se intrometer em assuntos que são exclusivos do Congresso. Mas isso não quer dizer que o caminho está aberto a Rodrigo Maia.

O partido de Bolsonaro, o PSL, terá no ano que vem a segunda maior bancada, mas por conta da popularidade do novo presidente, a expectativa dentro da legenda é que até o início da nova legislatura o PSL possa aumentar ainda mais o número de deputados.

Por isso existe o risco de a legenda ter outros planos para a presidência da Câmara.

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, também é esperada essa semana em Brasília. Ela deverá visitar a Granja do Torto, que é como se fosse uma casa de campo da Presidência da República, que foi cedida pelo presidente Michel Temer, durante esse período de transição.

A segurança de Bolsonaro tem feito recomendações para que ele se mude para o local enquanto estiver em Brasília. Hoje ele tem permanecido em um apartamento funcional da Câmara dos Deputados.

O presidente eleito e a mulher deverão participar na quinta (22) do casamento do futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que coordena a transição de governo.

*Informações da repórter Luciana Verdolin