Brasil ‘está de parabéns’ pela preservação do meio ambiente, diz Bolsonaro

Em solenidade na Paraíba, o presidente reafirmou o compromisso que o país é um exemplo quando se fala em ações de conservação dos biomas

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2020 05h12 - Atualizado em 18/09/2020 08h14
Marcos Corrêa/PRPara Bolsonaro, o Brasil recebe críticas desproporcionais pelas queimadas e incêndios na Amazônia e Pantanal

Depois de ter reclamado do que ele chamou de críticas desproporcionais ao Brasil pelas queimadas e incêndios na Amazônia e Pantanal, o presidente Jair Bolsonaro aproveitou uma solenidade na Paraíba para reafirmar que o Brasil é um exemplo quando se fala em ações de preservação ambiental. “O Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente. E alguns não entendem como, é o país que mais sofre ataques vindo de fora no tocante ao seu meio ambiente. O Brasil está de parabéns da maneira como preserva esse seu meio ambiente”, afirmou. Também nesta quinta-feira, 17, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, também minimizou as críticas. Mourão, que é coordenador do chamado Conselho da Amazônia, avalia que as críticas vão muito além dos problemas ambientais.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em entrevista ao Pânico, da Jovem Pan, rebateu as críticas, por exemplo, à proposta de regulamentação dos garimpos que é defendida pelo presidente Bolsonaro. Ele também afirmou que boa parte dos índios brasileiros na Amazônia já estão aculturados, já tem relógio, carro, TV por assinatura e celular, por isso ele defende a necessidade de se garantir uma renda para essa parte da população. No geral, uma das grandes reclamações do governo brasileiro é que o Brasil tem um grande volume de crédito e carbono de origem vegetal, ou seja, tem certificados que comprovariam a redução da emissão de gases do chamado efeito estufa que podem ser negociados no mercado internacional. A reclamação do ministro é que o Brasil não consegue vender esses créditos na Europa

*Com informações da repórter Luciana Verdolin