Britânicos prestam homenagens ao Príncipe Philip diante do Palácio de Buckingham

Movimentação foi registrada mesmo com aconselhamento para que pessoas fiquem em casa e evitem a contaminação pela Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 10/04/2021 07h34
REUTERS/Henry Nicholls/10.04.2021Família real pediu que pessoas não deixassem flores, e sim fizessem doações à caridade

Apesar de instruções para evitar aglomerações por causa da pandemia da Covid-19, a manhã deste sábado, 10, foi de movimentação de pessoas diante do Palácio de Buckingham, em Londres. O Reino Unido continua com medidas restritivas para evitar a disseminação da pandemia, ainda assim, pessoas encararam a manhã fria da primavera, com temperaturas em torno dos 7ºC, para prestar homenagens ao Príncipe Philip, que morreu nessa sexta-feira, 9, aos 99 anos. A causa da morte dele não foi revelada. O pedido da família real foi de que as pessoas não deixassem flores ou ornamentos como homenagem, e sim fizessem doações para instituições de caridade locais.

Todas as redes de televisão do Reino Unido cancelaram as grades de programação para prestar homenagens ao príncipe, que foi capa das publicações impressas na manhã deste sábado. Na Abadia de Westminster, 99 badaladas foram dadas para marcar os anos de vida dele. Na torre de Londres e em outros pontos do Reino Unido, tiros de canhão – o mesmo usado no casamento entre a Rainha Elizabeth II e o Príncipe Philip – devem ser disparados em forma de homenagem ainda na tarde deste sábado. O evento será transmitido em rede nacional. Ainda não há informações concretas sobre o funeral do membro da família real, mas estima-se que a cerimônia seja realizada na Capela de São Jorge, principal local de culto religioso do Castelo de Windsor.

*Com informações do repórter correspondente Renato Senise