Chanceler da Argentina chama Eduardo Bolsonaro de “ignorante”

Deputado brasileiro endossou crítica de senador norte-americano à vice-presidente argentina, Cristina Kirchner

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2022 08h31
JUAN MABROMATA / AFP Cristina Kirchner presa Cristina Kirchner possui foro privilegiado por ser vice-presidente do país

O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Santiago Cafiero, respondeu declarações do deputado federal e filho do presidente da República do Brasil Eduardo Bolsonaro e também do senador norte-americano Ted Cruz. O senador republicano fez uma crítica no Twitter a Cristina Kirchner, chamando-a de cleptocrata, e sugeriu que os Estados Unidos aplicassem sanções contra a Argentina. Eduardo Bolsonaro republicou a mensagem de Cruz e disse que apoiava a ideia. Ao responder, Cafiero escreveu que um é mais ignorante que o outro e afirmou que existe uma perseguição judicial contra Cristina Kirchner na Argentina por motivos ideológicos. Cristina e o seu marido, Nestor Kirchner, morto em 2010, foram acusados de favorecer o empresário Lazaro Baéz em obras públicas de 2003 a 2015, quando os Kirchner se alternaram na presidência do país. Nesta semana, o ministério público argentino pediu 12 anos de prisão para Cristina e que ela fosse impedida de exercer qualquer cargo público pelo resto da vida. Entretanto, ela é a atual vice-presidente da Argentina, vice de Alberto Fernandes, possui foro privilegiado e só pode ser presa em caso de crime flagrante. Ela nega todas as acusações.

*Com informações do repórter Vinícius Moura

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.