Chanceler russo critica sanções dos EUA contra Venezuela durante visita a Caracas

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2020 09h11
EFE/ Miguel GutiérrezSerguei Lavrov foi ao país para se reunir com Nicolas Maduro e discutir acordos entre as duas nações

Em viagem a Caracas, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, criticou a postura dos Estados Unidos em adotar sanções contra a Venezuela.

Lavrov foi ao país para se reunir com Nicolas Maduro e discutir acordos entre as duas nações. O apoio da Rússia pode ajudar a impulsionar a produção de commodities da Venezuela e reestruturar o governo de Maduro.

O ministro das Relações Exteriores considerou que as sanções norte-americanas são “ilegítimas” e classificou como um “escândalo as ações unilaterais de Washington afetarem projetos humanitários e sociais”.

No entanto, a parceria entre os dois países pode ter impactos negativos para a Rússia. Nesta quinta-feira, o Departamento de Estado norte-americano sugeriu que o programa de sanções à Venezuela pudesse incluir o país. Isso porque companhias russas ajudaram o ditador Nicolas Maduro ao comprar parte do petróleo da Opep.

Enquanto o governo chavista se alinha a Putin, o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, se aproxima de Donald Trump. Esta semana, o líder da oposição venezuelana e o republicano se encontraram na Casa Branca.

* Com informações da repórter Camila Yunes