Chile começa a aplicar quarta dose da vacina contra a Covid-19

Inicialmente, a campanha de imunização é voltada para pacientes em diálise, com transplante de órgãos e em tratamento contra o câncer

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2022 07h40 - Atualizado em 11/01/2022 09h37
EFE/EPA/FEHIM DEMIR Profissional da saúde aplica vacina A partir do dia 7 de fevereiro, a quarta dose será aplicada em todos os chilenos com mais de 55 anos, diminuindo gradualmente a idade

O Chile começou a aplicar a quarta dose da vacina contra a Covid-19 para imunodeprimidos com mais de 12 anos que tenham recebido a terceira há pelo menos quatro meses. A decisão do governo foi tomada em meio ao aumento de infecções devido à presença da variante Ômicron, que já tem mais de mil casos identificados no país. Por enquanto, a estratégia envolve a vacinação de pacientes em diálise, com transplante de órgãos e em tratamento contra o câncer. Já a partir do dia 7 de fevereiro, a quarta dose será aplicada em todos os chilenos com mais de 55 anos, diminuindo gradualmente a idade. No país, a vacina já foi aprovada para todos acima de 3 anos. De acordo com dados do Departamento de Estatística e Informação em Saúde, 87,4% da população está com o esquema completo e 69,9% recebeu a primeira dose de reforço. O Chile, um dos países com maior índice de vacinação contra o coronavírus no mundo, superou os 4 mil casos da doença em um dia, número mais alto em seis meses.

*Com informações da repórter Nanny Cox