Com Covid-19, Arthur Virgílio é transferido para hospital Sírio-Libanês

Prefeito de Manaus concluirá seu tratamento em São Paulo; primeira-dama também testou positivo

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2020 07h27 - Atualizado em 07/07/2020 08h30
George Gianni/PSDBArthur Virgílio Neto testou positivo para coronavírus e está internado

Internado com coronavírus desde o dia 29 de junho, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, do PSDB, foi transferido para o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, nesta segunda-feira. Em nota, a Prefeitura informou que o prefeito passa bem e que a decisão pela transferência partiu dele.

Arthur estava internado no hospital Adventista, em Manaus, junto da primeira-dama, Elizabeth Valeiko, que também foi diagnosticada com a doença.  Os dois embarcaram em um voo privado para a capital paulista. De acordo com o boletim médico, o prefeito apresentou “melhora global do quadro clínico, mantendo boa saturação em ar ambiente” e tinha previsão de alta nos próximos dias.

Em São Paulo, Arthur Virgílio Neto fará um check-up completo e terminará o tratamento contra a Covid-19 no hospital Sírio Libanês.  Pelas redes sociais, o prefeito postou uma foto dizendo estar confiante em vencer o vírus.

Em todo o Amazonas, já são mais de 76 mil e 400 casos confirmados da doença e 2 mil 938 mortos. Com a diminuição do registro de casos e mortes no estado, o governo autorizou nesta segunda a abertura de bares e instituições de ensino privadas. O comércio em Manaus já começou a reabrir, de forma gradual, desde o início de junho.

*Com informações da repórter Letícia Santini