Defensoria Pública do Rio de Janeiro pede redução de penas dos filhos de Flordelis

Flávio dos Santos Rodrigues foi condenado a mais de foi condenado a 33 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado, enquanto Lucas dos Santos recebeu sentença de 7,5 anos de reclusão

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2021 10h39
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOObjetivo do recurso é tentar diminuir as penas de Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro já recorreu das sentenças aplicadas a dois filhos da ex-deputada federal Flordelis, que foram condenados nesta semana por participação no assassinato do pastor Anderson do Carmo, ocorrido em 16 de junho de 2019. O objetivo do recurso é tentar diminuir as penas de Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos. O primeiro, filho biológico da pastora, foi condenado a 33 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma, uso de documento falso e associação criminosa. Ele foi o autor dos mais de 30 disparos contra o pastor Anderson. Já Lucas, que é filho adotivo de Flordelis, recebeu sentença menor, de 7,5 anos, após ter colaborado com as investigações. Ao todo, 11 pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente no assassinato estão presas, sendo filhos da ex-deputada, uma neta, um ex-policial militar e a própria Flordelis, apontada como mandante do crime. O julgamento da ex-parlamentar, no entanto, só deve acontecer em 2022.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga