Defesa de Queiroz usa decisão pró-Lula em pedido de soltura

Enquanto isso, casa do ministro Edson Fachin foi alvo de protestos de cerca de 50 manifestantes em Curitiba

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2021 06h43
DivulgaçãoDefesa de Queiroz pediu ao STJ que retome o julgamento que pode dar liberdade a ele e sua esposa

A defesa de Fabrício Queiroz pediu ao Superior Tribunal de Justiça que retome o julgamento que pode dar liberdade a ele e sua mulher, Marcia de Aguiar. O fato é que seus advogados usaram a decisão do ministro Edson Fachin, do STF, que beneficiou o ex-presidente Lula. Os defensores de Queiroz argumentam que, assim como a justiça federal em Curitiba não tinha competência no caso de Lula, o juiz de primeira instância do Rio que autorizou a prisão do casal também não tem.

A defesa usa trecho em que Fachin diz “respostas análogas a casos análogos” e pede que a quinta turma do STJ retome o julgamento de habeas corpus. E a decisão do ministro Fachin que beneficiou Lula ainda repercute de modo pessoal. Na noite da quarta-feira, 10, cerca de 50 manifestantes fizeram um protesto na frente de sua residência em Curitiba, no Paraná. Os manifestantes estavam em carros e buzinaram diversas vezes. O protesto durou cerca de meia hora.

*Com informações do repórter Fernando Martins