Em encontro com Lula, ex-ministros da Saúde defendem urgência na vacinação de crianças

Grupo pediu política massiva de distribuição de máscaras, ampliação da testagem, investigação da Covid-19, fortalecimento do SUS e investimento em pesquisa

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2022 10h31
ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Ex-presidente Lula olhando para o horizonte com uma máscara de proteção vermelha com uma estrela branca. Atrás, logos do PT Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Em encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-ministros da Saúde de governos do partido dos trabalhadores defenderam a adoção do que chamam de ‘política efetiva de vacinação no Brasil‘, incluindo as crianças com menos de 5 anos. Para os ex-ministros petistas, é preciso reconstruir a gestão do Ministério da Saúde. Na reunião, eles criticaram o governo Bolsonaro pela demora no início da imunização de crianças. Segundo o ex-ministro Arthur Chioro, é fundamental conscientizar a população sobre a importância da vacinação para crianças e adolescentes e o perfil diferente da variante Ômicron. Em comunicado divulgado pela assessoria de Lula, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, disse que o presidente Jair Bolsonaro (PL) é um aliado do vírus, incentivando a proliferação da Covid-19. Além da vacinação, o grupo de reunidos com Lula defendeu uma política massiva de distribuição de máscaras, ampliação da testagem, investigação da doença, fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e investimento em pesquisa.

*Com informações do repórter Fernando Martins