Em meio a epidemia, Rio cria novos postos para atendimento de pessoas com gripe

Dados apontam que ao menos 23 mil casos da doença registrados nos últimos dias na cidade

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2021 11h07 - Atualizado em 10/12/2021 12h19
Fernando Frazão/Agência Brasil criancas-espirrando-coronavirus-gripe Rio de Janeiro retoma a vacinação contra a gripe nesta sexta-feira, 10, após receber doações de vacinas

A Prefeitura do Rio de Janeiro está inaugurando nesta sexta-feira, 10, mais um polo de atendimento com gripe, doença que virou uma epidemia na capital fluminense. O novo polo será em Honório Gurgel, bairro da periferia. Durante a semana, a gestão municipal inaugurou outros dois polos, um na Zona Oeste e outro na Zona Norte da cidade. A prefeitura pode abrir mais quatro locais, totalizando sete, nos próximos dias para atender a população que está com sintomas de gripe, semelhantes aos da Covid-19. Atualmente, há uma epidemia acontecendo em todo o Estado. Dados apontam que nos últimos dias foram ao menos 23 mil casos de gripe registrados oficialmente no Rio de Janeiro, isso sem incluir atendimentos da rede privada.

O secretário de saúde municipal, Daniel Soranz, afirmou que os polos são fundamentais para enfrentar a influenza. “A gente está reforçando as equipes de atendimento, as unidades estavam muito cheias. Ao poucos estamos ampliando a nossa capacidade, mas com o aumento de casos podemos falar que existe uma epidemia”, afirmou. Graças a doações de doses da vacina contra a gripe vindas do Espirito Santo, São Paulo e Roraima, o município fluminense retoma nesta sexta-feira a campanha de imunização.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga