Europa vive caos em aeroportos; Alemanha faz apelo por redução do consumo de energia

Em Paris, a greve dos bombeiros tem feito com que cerca de 20% dos voos atrasem ou sejam cancelados nos últimos dias

  • Por Jovem Pan
  • 03/07/2022 13h37
EFE/EPA/MICHAEL REYNOLDS Avião da Delta Airlines Voos estão sendo cancelados ou adiados em diversos países do continente europeu

O caso no setor aéreo durante o verão na Europa, momento em que boa parte da população sai de férias, está frustrando os planos de milhares de famílias europeias. Os problemas nos embarques acontecem por conta das greves em países como França, Reino Unido, Espanha e Alemanha, e a falta de funcionários – em especial na Inglaterra – nos aeroportos por causa dos impactos do Brexit, que acarretou na deportação de trabalhadores do país britânico. Em Paris, a greve dos bombeiros tem feito com que cerca de 20% dos voos atrasem ou sejam cancelados nos últimos dias. Madrid registrou um volume de mais de 1,2 mil voos passando pelo mesmo problema.

Para além do caos aéreo, o continente europeu tem debatido a respeito da economia de energia durante o verão, já que as temperaturas e a iluminação natural são maiores durante este período do ano, o que possibilita a geração de um estoque excedente de energia para o inverno. A Alemanha e demais países que dependem do principal gasoduto russo, o Nord Stream 1, temem que a Rússia possa cortar o fornecimento de gás durante o período de frio.

O ministro da Economia alemão tem reforçado a necessidade de que as famílias reduzam de 10 a 15% o consumo na atual estação para que no inverno não hajam problemas ou eventuais contratempos gerados pela guerra na Ucrânia, que está com as negociações diplomáticas paralisadas.

*Com informações do repórter Luca Bassani