França rejeita possibilidade de novo adiamento do Brexit

  • Por Jovem Pan
  • 09/09/2019 07h09
EFESaída do Reino Unido do bloco europeu está prevista para acontecer em 31 de outubro

A França rejeitou a possibilidade de novo adiamento da saída do Reino Unido da União Europeia (UE) – o chamado Brexit. O ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian, criticou a indefinição dos britânicos sobre o destino do país.

Ele afirma que a França vai vetar qualquer pedido de adiamento apresentado pelo Reino Unido aos parlamentares do bloco. A declaração de Le Drian foi feita um dia antes de o projeto que bloqueia o Brexit sem acordo seguir para o aval da rainha Elizabeth II.

O Brexit está previsto para 31 de outubro, no entanto, pode ser adiado para 31 de janeiro de 2020. Para que não ocorra o adiamento, o parlamento britânico teria de aprovar um pacto até 19 do mês que vem.

A saída do Reino Unido da UE já foi postergada uma vez. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vem defendendo o Brexit dentro do prazo mesmo sem o acordo, mas perdeu apoio do parlamento nos últimos dias.

Ontem a ministra do Trabalho e Previdência renunciou ao cargo fazendo duras críticas ao premiê. Amber Rudd disse que o governo gasta muita energia se preparando para o “no deal” – a saída sem acordo-, quando deveria focar nas conversas com a União Europeia.

Na quarta-feira, 21 deputados do partido de Johnson se juntaram à oposição e votaram para barrar o Brexit sem acordo. O projeto passou sem problemas na Câmara dos Lordes, equivalente ao Senado brasileiro. Agora, Johson tenta articular a antecipação das eleições, projeto que deve ser rechaçado pelo Parlamento britânico.

*Com informações da repórter Nanny Cox