Gilmar Mendes libera inquérito contra Flávio Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2019 07h59 - Atualizado em 30/11/2019 09h07
Fábio Motta/Estadão ConteúdoO senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, liberou nesta sexta-feira (29) as investigações contra o senador Flávio Bolsonaro. O inquérito conduzido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro estava paralisado após uma decisão do presidente do STF, Dias Toffoli.

Uma decisão posterior de Gilmar Mendes confirmou a suspensão. O senador vinha sendo investigado por um esquema de “rachadinha” durante o período em que foi deputado estadual.

O antigo COAF, atual Unidade de Inteligência Financeira, apresentou no ano passado um relatório com movimentações financeiras de mais de um milhão de reais entre Flávio e o então assessor Fabrício Queiroz.

Em julho deste ano, após pedido da defesa do senador, Toffoli suspendeu todas as investigações em andamento país que utilizavam dados sigilosos sem aval da justiça.

Na quinta (28), o Supremo liberou o repasse das informações aos órgãos de investigação sem necessidade de autorização judicial.

Com isto, o próprio presidente do STF revogou a liminar que havia barrado centenas de inquéritos com base em dados do antigo COAF e da Receita Federal. Agora, com a decisão de Gilmar Mendes, o Ministério Público do Rio de Janeiro poderá retomar as investigações contra o senador Flávio Bolsonaro.

*Com reportagem de Camila Yunes