Governo federal celebra resultado de leilão de saneamento em Alagoas

A BRK Ambiental obteve um contrato de 35 anos para operar serviços de água e esgoto em 13 cidades da grande Maceió

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2020 05h21
Isac Nóbrega/PRO ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, avalia que o resultado comprova a necessidade do investimento privado no país

Governo federal comemora resultado de leilão de saneamento em Alagoas que teve oferta vencedora de quase R$ 3 bilhões. O processo, de responsabilidade do estado, é o primeiro desde a aprovação do marco legal do setor pelo Congresso Nacional, em junho. O pregão, na B-3 em São Paulo, foi ganho pela BRK Ambiental que ofereceu R$ 1 bilhão a mais do que o segundo colocado. A companhia, controlada pela Brookfield, obteve um contrato de 35 anos para operar serviços de água e esgoto em 13 cidades da grande Maceió. O leilão só pôde ser feito, nesta quarta-feira, 30, depois que o governo de Alagoas derrubou uma liminar impedindo o certame.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, avalia que o resultado comprova a necessidade do investimento privado no país. Ele espera que o veto à restrição de renovação de contratos das estatais no marco do saneamento seja mantido.  De acordo com o governador de Alagoas, Renan Filho, também presente ao leilão, questões corporativas tentaram derrubar o processo. Agora, ele espera que outras áreas do saneamento do estado sejam repassadas à iniciativa privada.

O diretor da BRK Ambiental, Sérgio Garrido de Barros, promete investimentos com apoio dos bancos públicos. Por contrato, a BRK Ambiental não poderá onerar os consumidores com reajustes fora dos períodos normais. No total, sete consórcios concorreram pela exploração do saneamento de 13 cidades da grande Maceió.

*Com informações da repórter Nanny Cox