Governo quer definir sistema nacional de reação a desastres naturais

  • Por Jovem Pan
  • 16/09/2019 07h07
Christyam de Lima/Estadão ConteúdoBombeiro volta de operação de resgate na lama, em Brumadinho

O ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, indicou que a criação de um Sistema Federal de Defesa Civil está avançando. A intenção do governo é reunir mecanismos de alerta contra desastres disponíveis em todas as pastas com o objetivo de viabilizar uma resposta mais rápida e eficiente à população atingida.

Canuto lembra que a necessidade da criação do sistema veio à tona após a tragédia de Brumadinho. “Infelizmente a tragédia de Brumadinho mostrou essa necessidade, que a gente possa ter esse sistema implementado e efetivamente sendo utilizado, para que a gente possa ser mais rápido e efetivo quando acontecer uma tragédia. Está em curso, está sendo trabalhado, envolve várias questões de governança e de coordenação entre os vários órgão federais”, afirmou.

A barragem da mineradora Vale se rompeu no dia 25 de janeiro. Desde então, 21 pessoas ainda estão desaparecidas e 249 mortes foram confirmadas.

Na última quinta-feira (12), a Câmara dos Deputados aprovou um projeto que permite que pessoas afetadas pelo rompimento da barragem da Vale acumulem o recebimento de benefícios sociais, como o Bolsa Família e o auxílio emergencial pago pelo governo após a tragédia. O texto, agora, precisa passar pelo Senado Federal.

Também na semana passada, a CPI da Barragem de Brumadinho na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, pediu o indiciamento de 13 funcionários da Vale e da empresa alemã TÜV SÜD, que prestou serviços à mineradora.

*Com informações da repórter Victoria Abel