Infogripe mostra redução de síndrome respiratória grave em oito capitais

Em 2020, cerca de 97% dos casos de SRAG no país tiveram o novo coronavírus como principal causa

  • Por Jovem Pan
  • 12/02/2021 10h30 - Atualizado em 12/02/2021 13h51
Dudu Contursi/Estadão ConteúdoHouve redução em Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo e Manaus

Apesar dos altos índices e vítimas fatais pela Covid-19, a nova edição do Infogripe divulgada pela Fiocruz na quinta-feira, 11, mostrou queda no número de registros de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em oito capitais do Brasil desde a segunda semana de janeiro. Houve redução em Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo e Manaus. De acordo com a Fiocruz, o problema pode ser causado por vários vírus respiratórios.

Mas, em 2020, cerca de 97% dos casos no país tem o novo coronavírus como principal causa. E, ainda segundo a Fundação, quase 100% dos óbitos são em decorrência da Covid-19. O boletim destaca que, embora a capital do Amazonas, mostre sinais de queda, as informações sobre a cidade ainda apresentam impacto importante do represamento das informações que se iniciou em dezembro. E que, portanto, esses dados podem estar subestimados.

*Com informações da repórter Caterina Achutti