Justiça condena Sérgio Cabral a devolver R$10 milhões ao Estado

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro também condenou a mulher do ex-governador, Adriana Ancelmo; defesas classificaram decisão como ‘ilegal’

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2022 07h43 - Atualizado em 07/07/2022 08h00
Rodrigo Félix/Estadão Conteúdo Sergio Cabral Sérgio Cabral é réu em 20 processos e está preso desde 2016

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e a ex-primeira-dama, Adriana Ancelmo, terão que devolver R$ 10 milhões ao Estado. A decisão foi tomada nesta quarta-feira, 6, pela 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. O motivo foi o suposto uso do helicóptero do Estado entre 2008 e 2014 para fins particulares. Investigações alegam que amigos, parente s e funcionários teriam pego carona no veículo durante a gestão de Cabral. Apesar da pena milionária, ela é menor do que a que havia sido dada na primeira instância. Anteriormente, a pena era de R$ 19 milhões. A defesa de Adriana afirmou que a decisão é totalmente divorciada dos elementos comprobatórios, ilegal e injusta e acrescentou que irá tentar reformar a decisão em tribunais superiores. Já os advogados de Sérgio Cabral negaram as caronas no helicóptero e chamaram de “ilegal” e “descabida” a decisão. Cabral está preso desde 2016 e é réu em 20 processos, tendo sido condenado há mais de 400 anos de prisão.

Confira a reportagem na íntegra:

*Com informações do repórter Rodrigo Viga