Justiça Eleitoral impugna candidatura do ex-senador Lindbergh Farias à Câmara do Rio

A defesa do candidato nega irregularidades e disse que vai recorrer da decisão

  • Por Jovem Pan
  • 23/10/2020 07h08 - Atualizado em 23/10/2020 07h10
Jefferson Rudy/Agência SenadoLindbergh teria feito propaganda eleitoral antecipada ao distribuir caixas de leite à população de baixa renda do município

A candidatura do ex-senador Lindbergh Farias à Câmara Municipal da cidade do Rio de Janeiro foi impugnada pela Justiça Eleitoral. O pedido foi feito pelo Ministério Público Eleitoral e aceito pela Justiça. A decisão desfavorável ao ex-senador pelo Partido dos Trabalhadores (PT) foi tomada 23ª Zona Eleitoral do Rio de Janeiro. Lindbergh é acusado de ter cometido crime de improbidade administrativa em 2008, quando era prefeito da cidade de Nova Iguaçu e candidato à reeleição na cidade. Há suspeitas ainda de lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito.

Segundo a denúncia no Ministério Público Eleitoral, Lindbergh teria feito propaganda eleitoral antecipada ao distribuir caixas de leite à população de baixa renda do município. As caixas do alimento tinham logotipo e cores da prefeitura do município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Além das caixas de leite, o então prefeito da cidade teria disponibilizado aos assistidos cadernetas de acompanhamento com o nome dele. O petista acabou se reelegendo ao cargo no Executivo Municipal no pleito de 2018. Agora, com a decisão da Justiça, a defesa do ex-senador nega irregularidades e disse que vai recorrer para viabilizar a candidatura de Lindbergh Farias à Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga