Marco Vinholi descarta indicação de Eduardo Leite para terceira via pelo PSDB: ‘Questão superada’

Coordenador da campanha de João Doria afirmou que ‘nada muda o resultado das prévias’, que apontaram o ex-governador de São Paulo como pré-candidato da legenda à presidência da República

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2022 07h44
VINICIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi Marco Vinholi também citou as conversas com os partidos de Centro, que estudam uma candidatura única da chamada "terceira via"

O presidente do diretório do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em São Paulo, Marco Vinholi, considera que as discussões e rusgas a respeito de uma possível candidatura de Eduardo Leite à presidência da República estão “superadas”. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News, nesta terça-feira, 19, ele reforçou a importância – e o respeito – do partido com o resultado das prévias nacionais, que apontaram João Doria como o candidato da legenda ao Planalto. “Não vejo essa questão do Eduardo Leite em pauta no PSDB. Sinto ele, nesse momento, fazendo sua rodada no país, mas não vejo de forma clara posta com parlamentares do PSDB, uma vez que tivemos um processo de prévias que todos participaram. Você pode ter um ou outro, mas não vejo algo sólido. É uma questão superada para nós”, mencionou Vinholi, após ser questionado se o tema poderia ser judicializado. “Nada muda o que foi estabelecido nas prévias”, reforçou o presidente estadual, também coordenador da campanha de Doria.

Ao mesmo tempo, Marco Vinholi também citou as conversas com os partidos de Centro, que estudam uma candidatura única da chamada “terceira via”, e voltou a afirmar que o nome do ex-governador do Rio Grande do Sul não é uma opção. “A vontade da militância, daqueles que votaram e escolheram, foi expressa na pessoa de João Doria. […] “Vamos dialogar com a sociedade, apresentar a trajetória de Doria, o que ele fez ao longo da vida, seja na iniciativa privada ao longo de uma trajetória de sucesso e na vida pública, fazendo um trabalho fundamental ao longo desse último período no governo do Estado de São Paulo. Vamos apresentar propostas sobretudo na área da economia, uma pauta fundamental para os brasileiros que sofrem tanto com uma inflação altíssima.”

Questionado sobre o posicionamento do senador José Aníbal, o presidente estadual do PSDB disse que as recentes declarações são fruto de problemas pessoais e não representam sequer uma minoria do partido. Nesta segunda, também em entrevista à Jovem Pan, o senador afirmou que a maioria do partido considera a candidatura de Eduardo Leite mais viável, o que Vinholi nega. “Toda vez que tem oportunidade de atacar, dar uma cutucada, ele [Anibal] faz questão de tornar isso público. Mas não representa a vontade da maioria, nem a vontade da minoria, representa a vontade específica e pessoal de alguém que perdeu as últimas duas prévias do partido para ele [Doria]”, pontuou. Marco Vinholi reforçou ainda que qualquer divergência entre os membros, comum na legenda, “não é maior que a importância do PSDB para a sociedade”.