Ministro da Infraestrutura cobra reação de empresários na articulação da reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2019 07h55
Marcelo Chello/Estadão Conteúdo"Assumam o protagonismo para reconstruir o país", disse o ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas, cobrou mais presença da iniciativa privada na articulação em defesa da reforma da Previdência. O ministro participou nesta sexta-feira (05) do 18º Fórum Empresarial Lide, na cidade paulista de Campos do Jordão.

Gomes de Freitas afirmou que, durante muito tempo, a iniciativa privada se esquivou, deixando as responsabilidades de crescimento econômico para o Governo: “assumam o protagonismo para reconstruir o país”.

O ministro ainda defendeu que, após ser aprovada a reforma da previdência, os investimentos estrangeiros na infraestrutura do país “irão dobrar”.

Também nesta sexta-feira, Tarcisio Gomes de Freitas se manifestou sobre a retirada de radares das rodovias federais. Segundo ele, faz parte de um plano de recolocação dos equipamentos.

Nesta semana, o Governo cancelou a instalação de mais de 8.000 novos radares eletrônicos em estradas do país. Gomes de Freitas defendeu que os equipamentos devem ser posicionados corretamente nos chamados pontos críticos: “que seja ponto crítico e que ele seja devido. É o local onde há repetição de acidente”.

Durante exposição no Fórum Empresarial Lide, o ministro ainda mencionou possíveis mudanças na outorga de concessão de ferrovias. A empresa concessionária não pagaria a contrapartida ao governo para o Tesouro Nacional, mas sim se comprometeria a construir novos trechos de ferrovias.

Gomes de Freitas acredita que, desta forma, a expansão da malha ferroviária ocorreria com maior facilidade.

*Informações da repórter Victoria Abel