Na UTI, Covas está ‘muito bem e conversando’, diz David Uip

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2019 08h38 - Atualizado em 12/12/2019 08h48
Guilherme Rodrigues/Estadão ConteúdoO prefeito Bruno Covas ainda deve realizar mais quatro quimioterapias com o intervalo de 15 dias entre elas

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, está “muito bem, sem dor e conversando”. A avaliação é do infectologista e coordenador da equipe médica que o atende no Hospital Sírio-Libanês, David Uip.

Covas foi transferido para a UTI na noite da última quarta-feira (11) após um sangramento no fígado. Ele estava internado após realizar a quarta sessão de quimioterapia para tratar um câncer na região do estômago.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, David Uip também explicou o que ocasionou a hemorragia e ressaltou os avanços no tratamento do prefeito.

“A resposta ao tratamento foi tão eficiente que, praticamente, não estamos mais conseguindo ver o tumor no fígado. Então colocamos dois grampos ao redor do tumor para visualiza-lo futuramente. Nessa passagem de agulha houve um acidente e uma artéria foi atingida, o que provocou o sangramento e uma dor muito forte”, explicou.

De acordo com o infectologista, Bruno Covas será acompanhado nas próximas horas para avaliação do quadro clínico e verificação da possibilidade de saída da UTI. A alta, porém. que estava programada para a quarta-feira (11), foi adiada “até que os médicos se convençam de que o processo inflamatório e de sangramento esteja resolvido”.

Isso também deve adiar a retomada de seus compromissos com a Prefeitura de São Paulo.

O prefeito Bruno Covas ainda deve realizar mais quatro quimioterapias com o intervalo de 15 dias entre elas. Quatro sessões já foram finalizadas – totalizando oito durante essa primeira fase do tratamento.

David Uip lembrou que os tumores de Bruno Covas estão regredindo e que a evolução foi “muito satisfatória” até o momento.