Notre-Dame não terá missa de Natal pela primeira vez em 200 anos

  • Por Jovem Pan
  • 24/12/2019 06h19 - Atualizado em 24/12/2019 07h42
EFEO governo francês se comprometeu a finalizar a reconstrução em 5 anos, quando a capital Paris recebe a Olimpíada

Pela primeira vez em mais de 200 anos, a Catedral de Notre-Dame, em Paris, não vai celebrar a missa de Natal. A última vez que a Catedral não pôde realizar a cerimônia foi no início do século XIX, em um período de perseguição ao catolicismo.

O edifício histórico resistiu a momentos turbulentos da história, como as duas Grandes Guerras, mas o incêndio de 15 de abril ainda impede a celebração deste ano. Assim como na Páscoa, a missa de Natal será remanejada.

A celebração, conduzida pelo monsenhor Patrick Chauvet, será na Igreja Saint-Germain L’Auxerrois – a menos de 2 quilômetros da Notre Dame.

Investigações e reconstrução

O incêndio na Catedral completou 8 meses nos últimos dias e segue sob investigação. As autoridades suspeitam que a origem da tragédia foi um curto-circuito ou uma bituca de cigarro.

O processo de reconstrução envolve muita estratégia devido ao risco de colapso de partes da estrutura.

Outro fato que aumenta a preocupação no canteiro de obras da Notre-Dame é a contaminação por chumbo, substância liberada no solo e na atmosfera por causa do incêndio.

O governo francês se comprometeu a finalizar a reconstrução em 5 anos, quando a capital Paris recebe a Olimpíada.

*Com informações da repórter Nanny Cox