Operação Brinquedo Assassino da Receita mira venda de brinquedos falsos em SP

Há uma semana do dia das crianças, 40 toneladas de brinquedos falsificados são apreendidos em shopping da capital paulista

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2020 05h39 - Atualizado em 06/10/2020 08h44
SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOOs brinquedos falsos podem representar um risco para as crianças, já que podem não cumprir com todos os itens de segurança

A Receita Federal e a Prefeitura de São Paulo apreenderam 40 toneladas de brinquedos falsificados comercializados na cidade. A operação Brinquedo Assassino, realizada nesta segunda-feira, 05, tinha como objetivo encontrar esses produtos, que são vendidos em um shopping no Centro da capital paulista. A ação acontece há uma semana do Dia das Crianças e os brinquedos apreendidos foram avaliados em R$ 10 milhões.

Segunda a Receita Federal, além de serem violados os direitos autorais e de marcas, a venda desse tipo de produto lesa os comerciantes, importadores e produtores brasileiros que atuam na legalidade, subtraindo empregos legítimos e sonegando tributos. Os brinquedos falsos também podem representar um risco para as crianças, já que podem não cumprir com todos os itens de segurança. Além da perda das mercadorias apreendidas, os responsáveis devem ser indiciados pelo crime de contrabando. A Receita Federal também deve pedir a cassação do alvará de funcionamento e a interdição dos estabelecimentos infratores.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini