Órgão do Ministério da Saúde não recomenda uso do ‘kit covid’ em pacientes não internados

Na lista de medicamentos ineficazes para o tratamento da doença estão a cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina e a azitromicina

  • Por Jovem Pan
  • 08/12/2021 07h46 - Atualizado em 08/12/2021 08h43
FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDORepresentante da Anvisa se manifestou e votou para desempatar o julgamento, que começou em outubro

A Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS) não recomenda o uso do chamado “kit covid” em pacientes ambulatoriais. Foram sete votos a favor da não-recomendação e seis contrários. Na lista de medicamentos ineficazes estão a cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina e a azitromicina. Dessa vez, um representante da Anvisa se manifestou e votou para desempatar o julgamento, que começou em outubro. As orientações aprovadas afirmam que poucos medicamentos se mostram eficazes no tratamento da Covid-19. A exceção são os remédios de anticorpos monoclonais. Em maio, a Conitec, que faz as recomendações ao Ministério da Saúde sobre os insumos que devem ser usados, se posicionou pela primeira vez contra o “kit Covid”. Agora, o documento final deve ser enviada à secretaria de ciência, tecnologia e insumos estratégicos, que vai decidir se as diretrizes serão incorporadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).

*Com informações da repórter Iasmin Costa