Paes e Crivella miram ataque a Martha Rocha após crescimento nas pesquisas

Nos bastidores, comentasse que, desde o inicio das eleições, os dois candidatos torcem um pelo outro

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2020 06h17
Divulgação/AlerjMartha Rocha afirmou que jamais teve envolvimento com esquemas de corrupção de Cabral e que tem bagagem suficiente para gerir a cidade

As campanhas de Eduardo Paes e Marcelo Crivella, candidatos que vinham polarizando a corrida eleitoral até o momento, agora tem um alvo em comum. Trata-se da delegada aposentada e deputada estadual Martha Rocha. O motivo é que ela vem crescendo nas pesquisas de opinião e, na última do Datafolha, já estava empatada com Crivella com 13 pontos. Eduardo Paes caiu um pouco e tinha 28% das intenções de voto. Nos bastidores, comentasse que, desde o inicio das eleições, Crivella e Paes torcem um pelo outro. Paes acredita que Crivella é o adversário ideal para um eventual segundo turno. O mesmo pensa o prefeito do Rio de Janeiro, com esperanças de um apoio mais próximo do presidente da República.

As criticas e ataques à candidatura de Martha Rocha tendem a se intensificar a partir de agora. Do lado de Crivella, vão tentar associar a pdtista com Sergio Cabral — já que ela foi chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro no governo dele. Do lado de Paes, os ataques não vão ser diretos — mas vão ter menções à falta de bagagem e experiencia na gestão pública. Martha Rocha, por sua vez, afirmou que jamais teve envolvimento com esquemas de corrupção de Cabral e que tem bagagem suficiente para gerir a cidade.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga