Parlamentares da Frente Ambientalista querem reforma tributária verde

Plano traz nove pontos, entre eles a taxação sobre o carbono, para serem incluídos na reforma tributária

  • Por Jovem Pan
  • 26/08/2020 06h37 - Atualizado em 26/08/2020 08h44
Jovem PanOs parlamentares alegam que o pacote de propostas não deve atrapalhar o calendário da Reforma Tributária

Parlamentares da Frente Ambientalista querem reforma tributária verde e defendem taxação sobre o carbono. O plano foi apresentado nesta terça-feira, 25, e traz nove pontos para serem incluídos para a retomada da Economia. Um deles visa vetar a concessão de benefícios a atividades altamente emissoras de carbono no Brasil, como a indústria de gás e petróleo, e transportes de combustíveis. Ao mesmo tempo, a frente propõe criar uma compensação para os municípios que contribuem para a redução de emissões de gases do efeito estufa.

O deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) diz que as medidas são defendidas por diversos setores do Congresso Nacional. Os parlamentares dizem que a agenda tem boa aceitação no momento em que o Brasil se desgasta internacionalmente pelo cuidado com o meio ambiente. O presidente da Frente Ambientalista, deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP) afirma que este é o momento do país ter essas discussões. Os parlamentares alegam que o pacote de propostas não deve atrapalhar o calendário da Reforma Tributária, mas entendem que a demora para a votação do texto é de responsabilidade do governo federal.

*Com informações do repórter Vinícius Nunes