Partidos estão longe de acordo para formar novo governo na Itália

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2019 07h51
EFEPresidente deve terminar reuniões com lideranças políticas nesta quinta

Depois da renúncia do premiê Giuseppe Conte, o presidente da Itália, Sergio Mattarella, começou a se reunir, nesta quarta-feira (21), com líderes dos partidos políticos na tentativa de decidir o futuro do país. Durante os encontros, ele tem conversado com as lideranças sobre possíveis indicações para formar uma nova coalizão governista.

Até a última terça-feira (20), o país era governado por dois partidos, o Liga Norte e o Movimento 5 estrelas, eleitos há pouco mais de um ano. Diante de várias divergências, o líder da Liga, Matteo Salvini, apresentou moção de censura contra Guiseppe Conte, do 5 Estrelas, que decidiu por renunciar ao cargo de primeiro-ministro.

Com a dissolução do governo e a popularidade crescente de Salvini, a estratégia do partido era antecipar as eleições gerais. De acordo com as pesquisas de intenção de voto, a legenda nacionalista receberia 38% dos votos e conseguiria governar a Itália apenas com apoio de pequenos e médios partidos da direita.

A decisão final, no entanto, cabe ao presidente. Ele pode escolher formar uma nova coalizão com um dos componentes do governo anterior ou decidir pela dissolução do atual parlamento, o que levaria às novas eleições.

Na quarta-feira (21), o principal opositor do governo, partido Democrático, disse estar disposto a negociar com o 5 estrelas a formação da nova coalizão. A sigla impôs condições para qualquer tipo de acordo, como a lealdade à União Europeia (UE) e a mudança no tratamento aos imigrantes.

As reuniões do presidente Mattarella com líderes partidários devem terminar nesta quinta-feira (22).

*Com informações da repórter Nanny Cox