PL e União Brasil fecham coligação e Bolsonaro terá palanque único no MT

No acordo selado entre as partes, Wellington Fagundes concorrerá ao Senado Federal e Mauro Mendes receberá apoio como candidato ao governo do Estado; foco, porém, será na reeleição do presidente

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2022 11h08
DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Jair Bolsonaro Jair Bolsonaro participa de convenção nacional do Partido Liberal, que o chancelou como candidato a reeleição

O Partido Liberal (PL) fechou coligação com o União Brasil no Mato Grosso e, em busca da reeleição, Wellington Fagundes concorrerá ao Senado e apoiara Mauro Mendes como candidato ao governo no Estado. “É um casamento que não é aberto, e sim fechado, para que a gente possa eleger o governador Mauro Mendes”, afirmou Fagundes. A aliança com o presidente Bolsonaro ainda era incerta, já que lideranças ligadas ao presidente Lula esperavam um apoio de Mauro Mendes, inclusive, na disputa ao Senado Federal. O anúncio ocorreu na última quarta-feira no Palácio do Alvorada. Mauro Mendes, que busca reeleição no Mato Grosso, irá manter o atual vice, Otaviano Piveta (Republicanos). Ainda para o presidente do PL no Estado, o foco da coligação é reeleger o presidente Jair Bolsonaro. “Mas de todo esse trabalho que construímos, essa aliança, que consolida, e temos certeza que construimos tudo isso com muito cuidado, paciência e harmonia. Nosso principal projeto aqui é, claro, a reeleição do presidente Jair Bolsonaro e para que ele seja o mais votado, proporcionalmente, do Brasil aqui no nosso Estado”, bradou Fagundes. Bolsonaro deverá cumprir agenda política em Cuiabá em 22 de agosto.

*Com informações do repórter Bruno Pinheiro