Polícia do RJ vai atrás de quadrilha que assaltou joalheria e matou segurança

Shopping se solidarizou com os familiares da vítima e cedeu as imagens do assalto às autoridades

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2022 08h55 - Atualizado em 27/06/2022 08h57
Divulgação/Village Mall Village Mal Tiroteio aconteceu em um shopping de luxo, localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro

A Polícia do Rio de Janeiro já tem pistas de alguns dos mais de dez bandidos que tentaram roubar uma joalheria no último sábado, 25, e mataram um segurança de 49 anos durante a troca de tiros no Village Mall, shopping localizado na Barra da Tijuca, bairro nobre da cidade. Segundo revelou a família à Jovem Pan, o segurança Jorge Luiz Antunes estava desempregado há cinco anos e deixou de ir à festa de aniversário do próprio neto para fazer um “bico” como segurança por um cachê de R$ 180. A assessoria do shopping se solidarizou com os familiares e disse que está prestando apoio e suporte à esposa e aos quatro filhos da vítima e que está colaborando com a polícia fluminense, a quem cedeu as imagens do circuito de segurança que mostraram toda a ação criminosa.

Os bandidos chegaram em motos e carros e foram direto para a joalheria, mas foram surpreendidos por agente privados. Houve pânico e correria durante a troca de tiros entre os criminosos e a segurança, os frequentadores do shopping se jogaram no chão, se esconderam atrás de pilastras e dentro das lojas. Uma funcionária do local chegou a ser feita como refém em uma espécie de escudo humano. De acordo com os parentes, Jorge Luiz morreu com um tiro no rosto. A Polícia do Rio de Janeiro está analisando as imagens e espera identificar e prender em breve os suspeitos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga.