Polícia prende seis suspeitos de extorsão pela internet em São Paulo

Criminosos teriam invadido e-mail de um advogado e exigiam dois milhões em bitcoins para que informações pessoais não fossem compartilhadas

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2020 08h15 - Atualizado em 16/07/2020 08h42
Marcelo Casall Jr/Agência BrasilSegundo a polícia, os criminosos invadiram o e-mail de um advogado, por meio de um hacker, e passaram a extorqui-lo

A Polícia prende seis pessoas por crimes de extorsão pela internet. A ação na zona leste de São Paulo localizou computadores, celulares e chips eletrônicos, após meses de levantamento sobre invasões em endereços eletrônicos de grandes empresas; explica o delegado diretor do Departamento de Operações Policiais Estratégicas, Osvaldo Nico Gonçalves. “O que eles faziam era clonar o Whatsapp e até e-mails e faziam um novo chip. Então eles ficavam sabendo tudo que você conversava e, com isso, buscavam um detalhe para fazer chantagens com você. Estamos com 200 chips que serão investigados, todos na base da extorsão”, afirma.

Segundo a polícia, os criminosos invadiram o e-mail de um advogado, por meio de um hacker, e passaram a extorqui-lo, com o pedido de dois milhões em bitcoins para que as informações não fossem compartilhadas. As investigações começaram no final do ano passado. Os materiais apreendidos foram encaminhados ao setor de inteligência, para próxima etapa da operação, para a prisão de outros possíveis envolvidos no esquema.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos